Uma história que podia dar certo

você conhece aquela pessoa e ela é rápida demais
rápida demais

ela já gosta de você e você nem sabe o que vai comer no jantar
ela quer estar ao seu lado e você quer estar lá
em algum momento
não o tempo todo e talvez não pra sempre

mas ela te olha ávida, ela te faz perguntas
ela diz que você é bom
mas será que é? será que se ela soubesse como sua cabeça trabalha, ela diria isso?

você sabe que ela não está errada em sentir desse jeito o mundo
e você​ sabe que não está errado em sentir de outro jeito o mundo
é que vocês são pessoas diferentes

você quer um tempinho pra desmembrar aquela presença
e ela acha que você não a quer tanto assim
mas você quer,

você gosta das pessoas sem essa sensação de afogamento
mas ela tá sempre mergulhando em tudo

ela diz que você tem medo
ela também tem
todo mundo tem

você não quer ferir uma pessoa, mais uma pessoa
porque em algum momento alguém disse que intensidade é emergência
e você ficou parado no tempo, se sentindo denso e cansado
mau
por não sentir tanto

ela vai embora. você sofre. ela fiz que não era a pessoa certa
talvez você fosse

ela se sente partida, perde a confiança
você também não acredita

e assim o amor vira de novo o vilão de uma história que podia dar certo se não
tentássemos o tempo todo encaixar o outro em quem somos.

 

Esse texto não é autoral.
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Blog at WordPress.com.

Up ↑

%d bloggers like this: